Entre em contato (31) 3290-2300

 
Como deve ser feita a medição de gases em espaço confinado?
Como deve ser feita a medição de gases em espaço confinado?

Quando nós possuímos um trabalho onde realizamos as tarefas em um espaço confinado, sozinho ou com outras pessoas, é imprescindível nós atentarmos a diversos fatores que garantam a nossa segurança. Nas áreas ocupacionais, há vários agentes de risco e os principais são os gases que podem estar presentes nesses ambientes.

Existem muitos gases que são tóxicos e nocivos para a saúde, mas acabam sendo indolores e incolores, o que pode dificultar a sua identificação. Em diversas áreas da indústria esses gases podem ser encontrados, muitas vezes usados como matéria prima. Geralmente, quem tem esse tipo de trabalho, realiza uma atividade considerada como “insalubre”.

O empregador deve estar ciente que, para garantir a segurança dos seus funcionários, deve sempre fazer a medição dos gases no espaço confinado. Confira mais detalhes a seguir!

Atividades insalubres

Geralmente quem trabalha nesses espaços confinados da indústria onde há presença de muitos gases, desempenha uma atividade considerada como insalubre e deve seguir diversas normas de segurança, além de receber um adicional no seu salário por trabalhar em uma condição que pode colocar em risco a sua saúde.


A NR-15 é uma norma que regulamenta os níveis de exposição ocupacional de agentes nocivos à saúde, em outras palavras, ela informa o percentual de cada gás que deve haver no ar, para que seja possível o funcionário trabalhar. Ela determina os limites de exposição aos gases no local de trabalho.

De acordo com essa norma, um espaço confinado seguro para trabalhar deve ter: 78% de nitrogênio, 20,9% de oxigênio, 1% de argônio e 0,1% de outros gases. Essa composição é a do ar que nós respiramos diariamente e se houver alguma alteração, já podemos estar em risco.

Tipos de gases

Há diferentes tipos de gases na atmosfera e é importante conhecê-los para saber identificar se há algum tipo de gás nocivo para a saúde nos ambientes de trabalho.

O gás tóxico é um deles e se caracteriza como um composto que, quando inalado ou quando entra em contato com a pele, o nosso organismo reage podendo causar desde uma pequena irritação até a morte. A exposição aos gases tóxicos costuma ser mais comum do que imaginamos nos ambientes de trabalho da indústria, por isso é importante garantir que essa exposição não passe dos limites.

Há também os gases asfixiantes que são inertes, mas quando são encontrados em altas concentrações, podem se sobressair ao oxigênio e causar asfixia. Por isso, a concentração do oxigênio não pode ficar abaixo de 19,5%v/v no ambiente. Também existem os gases inflamáveis que, quando misturados ao ar e recebendo calor, podem entrar em combustão.

Esses são os 3 tipos principais de gases perigosos e que podem causar riscos para a saúde e à segurança dos trabalhadores.

Detector de gases em espaços confinados

Por isso, nesses espaços, é importante que haja um detector de gases, sendo ele um equipamento que atende todas as normas de segurança para o trabalho realizado nessas circunstâncias. Ele nada mais é do que um equipamento que, por meio de sensores, consegue medir e indicar a concentração de gases nocivos nos ambientes, deixando o trabalhador e o empregador ciente dos riscos.

É fundamental usar esse tipo de aparelho antes de ingressar em um espaço de trabalho confinado, visto que alguns gases são muito perigosos e podem asfixiar e sufocar o trabalhador em instantes. Na Resgatécnica é possível encontrar um detector de gás portátil.

Avaliação da atmosfera no espaço confinado

É preciso saber também como avaliar corretamente a atmosfera antes de ingressar no espaço confinado, ou seja, como medir os gases presentes no local. Com o detector portátil será possível identificar a presença de gases tóxicos e inflamáveis, assim como medir a concentração de oxigênio no ambiente confinado.

A medição deve ser feita a partir do lado de fora do local confinado, com o auxílio de uma sonda ou mangueira que deve estar conectada ao detector e ser inserida no interior do local. Então, de acordo com a densidade dos gases, é identificado o perigo. É recomendado que nessa medição, seja testada a atmosfera do ambiente a cada 1,5 m na direção do caminho e para os lados, de 1 em 1 minuto a cada nível.