Quais os tipos de detectores de gás?

As empresas que desempenham funções que envolvam gases tóxicos e inflamáveis precisam se atentar para garantir a segurança de todos os seus funcionários, evitando que sofram danos à sua saúde. Nessa tarefa, os detectores de gás são indispensáveis, visto que em um local fechado, uma determinada quantia de gás, mesmo que mínima, pode causar a morte.

O empregador deve garantir aos seus funcionários um ambiente de trabalho seguro e que não traga riscos para a sua vida. Por isso, deve ter controle sobre todos os agentes de risco presentes no ambiente para não colocar em risco a vida de ninguém. A seguir, você poderá entender melhor o que é um detector de gás, como ele funciona e quais os tipos existentes. Confira!

O que são detectores de gás?

Um detector de gás é um aparelho, geralmente portátil, que é capaz de identificar diversos tipos de gases presentes na atmosfera de um ambiente. Através dessa função, é possível classificar o ambiente como próprio para trabalho ou se está contaminado com gases tóxicos ou inflamáveis.

Esses aparelhos funcionam com bateria e além dos modelos portáteis, também há modelos estacionários. A diferença entre eles é que os aparelhos portáteis geralmente ficam na altura do peito, pendurados ou não, mais próximo às vias respiratórias. Os aparelhos estacionários ficam fixo em algum lugar.

Quando o aparelho detecta algum tipo de gás, ele mostra informações sobre a densidade e o percentual desse gás através de sensores e também de sinalização visual. Essas características são obrigatórias para todos os detectores de gás, para que o usuário consiga conferir os gases presentes.

Como funciona um detector de gás

A principal função de um detector de gás é identificar e avaliar os gases existentes no ambiente de trabalho, principalmente em ambientes fechados. Essa identificação dos gases acontece através de sensores sensíveis que medem a atmosfera do ambiente para verificar se é seguro para a entrada de profissionais ou não.

O resultado apresentado pelos sensores é através de uma escala ou ponto de referência. Caso o resultado mostrado ultrapasse um determinado limite, o alarme do aparelho vai tocar e o usuário saberá que o ambiente conta com uma grande quantidade de gases tóxicos ou inflamáveis.

Com essa informação, os profissionais são impedidos de entrar no ambiente e acabam ficando protegidos e sem correr o risco de ter alguma contaminação. Um detector de gás mede o percentual de oxigênio, de explosividade, monóxido de carbono, ácido e muitos outros. De acordo com a medição desses gases é que será permitida ou não a entrada da equipe de trabalho no local.

Dicas para escolher o seu detector de gás

Existem muitos modelos de detector de gás no mercado, por isso é preciso levar em conta alguns fatores na hora de fazer a sua escolha. Você deve considerar tudo, a forma como são monitorados os gases, a escala de sensibilidade e os tipos de classes de gases que você quer medir.

Alguns detectores são multiuso no que diz respeito às classes de gases, mas outros não. Por isso, tenha em mente quais são os gases que você precisará identificar e se certifique de obter um aparelho com essa função. Algumas das classes de gases são: gases tóxicos, gases inflamáveis, compostos orgânicos, oxigênios, ácido sulfídrico, radiações, entre outras.

É preciso considerar também como será o monitoramento desses gases, sendo que é possível que seja fixa ou portátil. O aparelho fixo deve ficar em algum lugar estratégico da empresa para manter a segurança de todos. O aparelho móvel pode ser usado nas entradas dos locais pelo vigia, para determinar se é seguro ou não, assim como pode ficar com o trabalhador para que o mesmo faça um monitoramento e seja notificado caso haja alguma mudança brusca na presença dos gases.

Tipos de detectores de gás

Além de vários modelos, há alguns tipos de detectores de gases. Uma grande maioria consegue identificar apenas um gás e são chamados de monogás, enquanto outros são considerados multigases, pois conseguem identificar até 7 tipos diferentes.

Se você comprar o aparelho monogás, provavelmente terá que adquirir mais de um, pois precisará de um aparelho para cada tipo de gás. Por isso, em alguns casos, pode compensar mais adquirir um aparelho multigases. As versões portátil e estacionário contam com vantagens e desvantagens e a escolha vai depender muito da sua empresa, do monitoramento e da aplicação. Você ainda poderá escolher entre um aparelho eletrônico ou analógico.

No site da Resga Técnica, você encontra diversas opções de detectores de gás, podendo solicitar um orçamento online. Basta acessar o site Resgatécnica, conferir todas as especificações e escolher o melhor modelo para as necessidades da sua empresa e dos seus funcionários. Se ainda houver dúvidas, não deixe de consultar um especialista no assunto que lhe ajudará na escolha correta.

Posts Relacionados