Quais são os principais tipos de extintores

Quais são os principais tipos de extintores

Os incêndios podem ser causados por diversos materiais e para combater o fogo existem diversos tipos de extintores. Infelizmente, nem todas as pessoas têm o conhecimento das formas corretas de combater um incêndio e qual é a classe indicada para cessar o fogo causado por cada material.

Nesse sentido, no decorrer deste artigo será possível conhecer todos os tipos de extintores e para que servem, saiba mais aqui!

O que é um extintor de incêndio? 

Os extintores têm como principal objetivo eliminar as chamas e controlar incêndios. É um equipamento portátil que pode ser carregado para diversos locais, facilitando a chegada até a área que está ocorrendo o incêndio.

Existem extintores tipos A, B, C, D e K, cada um possui composição e finalidade diferente.

Quais as classificações de incêndio dos extintores? 

Os incêndios podem ser classificados de acordo com a principal matéria que causou o fogo. Então, para cada substância causadora do incidente existem tipos de extintores de incêndio direcionados para apagar as chamas. Sendo assim, é importante saber classificar o material que foi o principal causador das chamas.

Então, os extintores classificam os incêndios da seguinte forma: 

Classe A — Madeira e aparas de papel: sendo os incêndios em sólidos, como o papel, borracha, madeira e plástico.

Classe B — Líquidos inflamáveis: sendo os incêndios causados por líquidos e gases inflamáveis.

Classe C — Equipamentos elétricos: sendo os incêndios causados por instrumentos elétricos.

Classe D — metais combustíveis: incêndios causados em metais pirofóricos, como o pó de zinco, magnésio, sódio, entre outros.

Classe K — Óleos e gorduras: aqueles causados por gorduras e óleos, que ocorrem principalmente em cozinhas industriais.

Quais são os tipos de extintores contra incêndios?

No mercado existem diversos extintores, com tamanhos diferentes, pesos e principalmente com reagentes diferentes na composição. É de suma importância que a população saiba diferenciar, pois, se presenciar um incidente saberá qual utilizar, porém, isso ainda é uma realidade um pouco distante. 

A seguir, será possível entender sobre a diferença de cada um. 

Água: esse extintor age por resfriamento. Se destinam para apagar incêndios Classe A, isto é, os que foram causados por elementos sólidos como a madeira, papel, tecidos, plástico e borracha. Vale informar que de forma alguma pode utilizar esse tipo de extintor em incêndios causados por líquido e gases inflamáveis ou objetos elétricos, pois, poderá piorar a situação.

Gás carbônico (CO₂) 

Esse realiza ação por meio do abafamento, diminuindo o oxigênio no local, fazendo com que não haja a reação do fogo. Dessa forma, é indicado para os incêndios classe B e C, para aqueles casos que a água não causa efeito, por exemplo, em equipamentos eletrônicos, gases e líquidos inflamáveis. 

Pó químico BC 

Age através das reações de bicarbonato de sódio. Podem ser utilizados nos incêndios classificados B e C.

Pó químico ABC

Age através do abafamento  fosfato monoamônico, é um dos agentes mais completos e pode ser utilizado em todos os tipos de incêndios.

Espuma mecânica: 

Essa espuma age por abafamento e resfriamento, podem ser utilizados para incêndios da classe A e B. É geralmente utilizado em locais que armazenam líquidos e gases inflamáveis. 

Como é realizada a manutenção nos extintores? 

A manutenção dos extintores é dividida em 3 etapas:

Manutenção de 1º nível:

É a inspeção técnica onde o extintor está instalado. Realiza uma limpeza, reaberto ou substitui os componentes do extintor.

Manutenção de 2º nível:

Deve levar o extintor até uma empresa que realiza manutenção nesse tipo de equipamento. Neste caso, a empresa fica responsável por desmontar e limpar as peças, realizar inspeção, recargas, colocar anéis, travas, entre outros.

Manutenção de 3º nível: 

Neste caso também segue os procedimentos do 2º nível, a diferença é que fará um ensaio hidrostático, com objetivo de verificar se existem vazamentos e a resistência do extintor.

Quais os riscos na utilização errada dos extintores?

Agora que você sabe que existem extintores de incêndio tipo ABC e outros, que cada uma possui suas características e suas finalidades, é hora de entender quais os riscos na utilização errada desses extintores.

Por exemplo, se utilizar o extintor de água, que é destinado para apagar as chamas causadas por madeira e papel, em líquidos queimáveis, como a gasolina, terá uma reação totalmente contrária da esperada. 

Nesse caso a água poderá espalhar a gasolina e fará com que o fogo aumente cada vez mais. Se a água chegar às fiações elétricas poderá causar choques mortais nas pessoas que estiverem próximas, isso por a água ser um ótimo condutor elétrico.

Então, é de muita importância que todas as pessoas tenham conhecimento sobre as classificações de incêndio e os extintores indicados para cada um. Assim, fará com que as pessoas tenham conhecimento de como diminuir as chamas e não causar maiores problemas e incidentes ao local e quem estiver por perto.

Gostou do nosso conteúdo a respeito dos principais tipos de extintores de incêndio? Para esses e outros assuntos, fique por dentro das nossas postagens!